01/05/10

SONHO

Se chegares e não me encontrares, procura por mim
estarei à tua espera no jardim secreto onde me escondo
no meio das madressilvas e fecho os olhos...vejo o
teu nome no céu escrito com a mais belas plumas de doces
melancolias e deleites sedutores.
Se ao chegares não me vires,olha a borboleta que gira em teu
redor,essa que poisa em teu ombro e te murmura a palavra Amor.
Estarei na aragem sob as folhas que me cobrem,
e ao anoitecer estarei nas palavras com que te cubro e te adormeço
e sonharás comigo e encontras-me.

2 comentários:

M.M.Soriano disse...

Um poema perfeito como a relva da manhã...
Quem escreve é porque sabe o gosto que a poesia tem...

Saudações à Grande Poeta!

Alessandro Pierre disse...

Encantas com teu jardim secreto...
É como o enredo de um sonho bom. Me fez sonhar acordado.
Parabéns a Grande Poeta d'Além mar...

Enviar um comentário