10/05/10

AMANTES

Lá fora sopra o vento e traz os bramidos do amor
ausente mas latente em meu coração.
A chuva miudinha molha a minha face que esconde
um sorriso maroto ao pensar em ti e no amor feito ao
sabor da maresia onde escrevemos nossos delírios
na areia do prazer.
Relembro nossos corpos enrolados na suavidade das nuvens
e a lua ruborizada iluminando os apaixonados que se extasiam
com as descobertas de seus aveludados recantos .
A maciez das mãos que descaem sob a nudez dos amantes e
os sussurros de paixão,comovem os deuses que pintam o
arco-íris da sedução...

7 comentários:

Rita Schultz disse...

Como sempre, sutil e encantadora a sua poesia! Os amantes sentiram inveja e desejos de vivenciarem este teu poema, querida amiga.
Beijos.

Alessandro Pierre disse...

Estes delírios ficam escrito no lugar que realmente importa... Na memória...
Ler-te é sempre um deleite...
Parabéns Isabel!

Ruy Barros disse...

Peço desculpa pela ousadia, transformei as tuas palavras num quadro mental, pintado por mim... ficará exposto em sitio seguro.

Vilma disse...

Lendo as tuas poesias, viajo ao livro de Cantares, uma ode ao amor entre um homem e uma mulher.
Caso não o conheças, deixo aqui o link para leres.
PArabéns pelos teus belos poemas! :))

http://www.biblegateway.com/passage/?search=Cantares+de+Salom%C3%A2o+1&version=AA

Taynara Ambrósio disse...

ADOREI seu blog,
são raros de achar blog de literatura, assim como o seu, parabéns, já estou seguindo.


www.trueslove.blogspot.com/

M.M.Soriano disse...

Sinto. Sinto que sinto muito
Sinto tanto que nem sei dizer,
ou chorar,
ou viver por outro motivo,
senão este,
o de sentir teu beijo de lua
sobre as águas
do meu rio.

M.M.Soriano, 2010
Para a minha amiga e
querida Poeta Portuguesa
Isabel Maria de Jesus

MC disse...

Como sempre, gostei muito de ter passado aqui! É que faz mesmo bem à alma. Parabéns!
Um beijinho
Madalena

Enviar um comentário