31/07/10

SABOR A BEIJO


Quando o teu beijo encontra o meu,

sinto o doce sabor da maresia

que me faz naufragar em teu âmago,

me enlaça devagarinho e me enleva para

o céu embrulhado de estrelas.

Uno meus lábios aos teus

e bebo o seu aroma de frescura de verão.

Para sempre fundidos no gosto a delicadas flores.

Como desejo esse beijo!


3 comentários:

Ruy Barros disse...

Palavras doces e frescas... a fazerem lembrar beijos de Verão.

M.M.Soriano disse...

Poesia e sensibilidade à flor da pele.

Imagens e palavras doces como o néctar de um amor-perfeito.

Parabéns!

Nuno Miguel disse...

Magnífico poema!

Enviar um comentário