31/03/10

DEIXA-ME

Leva tudo de mim: o sonho,a luz e a madrugada.
Mas devolve-me a tua ausência porque a mim pertence.
Deixa-me com a tua falta,com o meu desejo de ti.
Abandona-me mas cede-me as melancolias e lembranças
líricas onde me esqueço nos dias cinzentos.
Perco-me na saudade perpétua de ti, das volúpias e afagos.
Não me leves o sabor doce dos teus beijos ardentes e quentes.
O meu coração está dentro do teu,vive em ti.Vou contigo.

1 comentário:

Rita Schultz disse...

Deixas-me, mas me levas junto! Oh, que delícia e contraditório desejo:o amor! Lindo e singelo, seu poema, querida Isa. Que os bons ventos te levem carinhos meus! E beijos também, minha amiga.

Enviar um comentário